CANNABIS NO TRATAMENTO DE TRANSTORNO BIPOLAR

Veja abaixo nossos artigos
CANNABIS NO TRATAMENTO DE TRANSTORNO BIPOLAR
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

CANNABIS NO TRATAMENTO DE TRANSTORNO BIPOLAR

Transtorno Bipolar e Cannabis
O transtorno bipolar é uma condição de saúde mental que pode causar mudanças extremas de humor. Isso inclui episódios depressivos e episódios maníacos elevados. Essas mudanças de humor podem ser extremas e imprevisíveis.

Quando falamos sobre os benefícios da cannabis medicinal, tendemos a nos concentrar nos distúrbios físicos: câncer, glaucoma, esclerose múltipla, etc. Mas os pacientes de cannabis medicinal também costumam usar cannabis para ajudar com condições psiquiátricas, como depressão e ansiedade. E ultimamente, mais e mais pacientes têm conversado abertamente sobre o uso de cannabis para tratar o transtorno bipolar.

Alguém que vive com transtorno bipolar também pode ter sintomas de psicose, incluindo:

CANNABIS NO TRATAMENTO DE TRANSTORNO BIPOLAR

- alucinações, vendo ou ouvindo coisas que não são reais
- delírios, acreditando em algo que não é verdade

Atravessar os altos e baixos emocionais do transtorno bipolar pode afetar muito a capacidade de uma pessoa para funcionar no dia-a-dia. Não há cura para o transtorno bipolar, mas os tratamentos podem ajudar.

Tratamentos padrão, como medicamentos prescritos e terapia, podem ajudar a pessoa a controlar suas alterações de humor e outros sintomas. Os pesquisadores continuam a investigar outras opções de tratamento, incluindo a cannabis medicinal. Mas é seguro? Veja o que sabemos atualmente sobre o uso de cannabis em pessoas com transtorno bipolar:

Cannabis como tratamento para outras condições de saúde
A cannabis é proveniente da planta, cujas folhas secas, caules e sementes são defumadas, comidas ou "vaporizadas". A cannabis contém compostos chamados canabinóides. Estes compostos incluem um químico chamado delta-9-tetrahidrocanabinol, ou THC. Este é o ingrediente da maconha que pode fazer uma pessoa se sentir "brisada".

Embora a maconha e a maconha medicinal não sejam atualmente legais em todos os estados, os médicos estão descobrindo como os compostos poderiam ajudar a aliviar certos sintomas em pessoas com condições crônicas. De acordo com o Instituto Nacional sobre Abuso de Drogas (NIDA), os compostos da maconha podem ajudar a tratar sintomas como:

- perda de apetite
- inflamação
- problemas de controle muscular
- náusea
- dor

Pesquisa apoiando o uso de cannabis no tratamento do transtorno bipolar
Como a cannabis pode ter efeitos que aliviam a ansiedade, algumas pessoas acham que pode ajudar as pessoas com transtorno bipolar a melhorar seu humor. Algumas pesquisas não encontraram efeitos prejudiciais no seu uso, enquanto outras pesquisas encontraram benefícios reais. Exemplos incluem o seguinte:

- Baixo comprometimento mental e melhor humor

Um estudo publicado em 2016 constatou que pessoas com transtorno bipolar não tinham deficiência mental significativa quando usavam a cannabis, em comparação com pessoas com transtorno bipolar que não a usavam. Os críticos do uso para o transtorno bipolar dizem que isso afeta o pensamento e a memória de uma pessoa. Este estudo não constatou que isso seja verdade. O estudo também descobriu que após o uso de cannabis, os pacientes relataram melhor humor.

- Melhoria do humor e uma perspectiva positiva

Um estudo publicado em 2015 descobriu que o uso de cannabis em algumas pessoas com transtorno bipolar melhorou seu humor e promoveu uma perspectiva mais positiva. No entanto, os pesquisadores descobriram que as pessoas eram mais propensas a usar a cannabis quando já estavam tendo um bom dia e não quando seus sintomas eram mais graves.

É importante ter em mente que a pesquisa em torno dos efeitos benéficos do uso no transtorno bipolar é muito preliminar. Além disso, pode afetar cada pessoa de maneira diferente, portanto, esses resultados não sugerem que a cannabis possa beneficiar a todos com transtorno bipolar.

Se você tem essa condição e estiver pensando em usar a cannabis medicinal, converse com seu médico sobre os prós e contras primeiro. Então, se você decidir tentar, mantenha seu médico informado sobre como isso afeta você.Juntos, você e seu médico podem determinar se é um bom acréscimo ao seu plano de tratamento.

Fonte: Health Times e Health Line

 

 

CANNABIS NO TRATAMENTO DE TRANSTORNO BIPOLAR

 

Artigos relacionados: